terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Escutar

Hoje é um daqueles dias em que é preciso ouvir mais. Todos e principalmente a voz interior. Escutar mais dos que estão e daqueles que já foram embora, mas deixaram um eco pairando nos meus silêncios e dúvidas. Um brinde ao dom de escutar.
O cotidiano é lindo e trabalhoso, ainda mais do que possa parecer. Talvez menos problemático para pessoas mais pragmáticas. Talvez os pragmáticos só estejam passando por cima dos hiatos diários com facilidade. Que seja. Ouvir é o dom de cavar no caos um espaço de diálogo. Há possibilidade de causar encontros e mudanças do silêncio.
Ouvir é dar espaço para encontrar o que há de mais fundo dentro de você e escapole por aí em meio às falações diárias. É convocar as vozes que me acolhem para participar das dificuldades de cada dia; é prestar atenção ao redor e descobrir eu mesma. Que seja. A poesia do silêncio sempre grita mais forte do que possa parecer. Ainda mais forte do que um berro qualquer.
Hoje é um daqueles dias bons para praticar o silêncio de si e a escuta do mundo. Primeiro, porque os encontros no diálogo precisam de espaço para cavar possibilidades. Segundo, porque, parando para escutar, consigo ouvir melhor a minha própria voz; garanto.
Que seja. A abertura para o silêncio promove espaço nesse caos diário. Escuto mais a poesia do cotidiano. O mundo se desdobra em versos e ouço vozes. Um brinde aos sons diversos; um brinde ao mundo.

Um comentário:

  1. Pairando por aqui ,te deixo meu silêncio meu melhor comentário....

    ResponderExcluir